sexta-feira, 4 de junho de 2010

ICARAÍ TRAGADA PELAS ONDAS

Uma boa e (mais) uma má notícia para comerciantes, moradores e turistas da Praia do Icaraí. Após um ano de espera, o vice-prefeito de Caucaia, Paulo Guerra, informou que foi liberado, na última sexta-feira, recurso de R$ 8 milhões do Ministério da Integração Nacional (MIN), destinado a atender estado de emergência decretado pelo Município ainda em 2009. O problema é que, como o decreto vai expirar daqui a um mês, a intervenção na área crítica do Icaraí só poderia acontecer dentro deste prazo. Mais uma vez, parece que a solução do avanço do mar no Icaraí vai ter que esperar.
O dinheiro repassado pelo Governo Federal é destinado a execução de intervenções numa área de 1.370 metros de extensão na faixa de praia do Icaraí, considerada mais crítica em termos de erosão.
"O decreto de emergência vigora por seis meses, podendo ser prorrogado por igual prazo. Mas os recursos só puderam vir agora por conta da exigência de audiências públicas com a comunidade e avaliação da melhor tecnologia a ser utilizada na contenção. E não é possível fazer uma obra desta envergadura em apenas 35 dias", justifica Paulo Guerra.
A solução, de acordo com o vice-prefeito de Caucaia, é abrir um novo processo licitatório para ampliar o prazo da realização da obra em 180 dias. "A licitação deve ser publicada no Diário Oficial nos próximos dias e, se não houver grandes entraves burocráticos, a previsão é de que a obra comece em 35 ou 40 dias".
Questionado sobre o impedimento para a realização de obras três meses antes das eleições, o que seria a partir de 5 de julho, o vice-prefeito diz que é uma possibilidade, mas que pelo menos o recurso está garantido e a obra pode ser feita posteriormente. "Estamos correndo contra o tempo para garantir que as intervenções sejam feitas".
Fonte: Jornal Diário do Nordeste
LÁ VOU EU: Lamentavelmente a tão sonhada obra de contenção do mar (no Icaraí) não sai este ano. O prefeito de Caucaia, em entrevista na sua posse, disse que em janeiro de 2009, “iria resolver o problema do Icaraí”. Ficou, como de resto, só na promessa. A população espera como ultima esperança, pelo Ministério Público.

Nenhum comentário: